As altas ciências de Anima

Após a queda do rei-destino, eras atrás, a civilização teve praticamente de recomeçar do nada. O fim do velho império levou à perda de muito conhecimento antigo, e as novas nações que viriam a se erguer (e ruir) nos séculos seguintes tiveram de redescobrir os segredos do passado. Felizmente, os sábios trabalharam arduamente, faculdades foram construídas em grandes capitais e exploradores se lançaram por todo aquele mundo novo. Matemática, engenharia, arquitetura, geografia, química e tantas outras especialidades voltaram a florescer em vários graus e diferentes terras. Mas de todos os vários ramos científicos, seriam as assim chamadas "altas ciências" que mais teriam importância no desenvolv

A natureza da imortalidade

Imortal. Para alguns, somente uma palavra. Crendice, dizem. Lendas. Exageros. Para outros, algo digno de reverência ou terror. Estes sabem: seres de vida longeva e grande poder caminham entre nós. A palavra "imortal", contudo, é uma imprecisão. Não há imorredouros, ninguém está além do alcance da morte. Imortais existem em oposição aos "mortais", as pessoas comuns: frágeis, fracas, tolas, de vidas breves e sem propósito. Os imortais existem com um propósito que nem sempre é conhecido. Eles detém grande poder, seja físico, mágico ou espiritual, assim como uma grande maldição: seu destino está selado, seu arbítrio é limitado. Precisam cumprir a função que lhes foi reservada, e o destino rarame

Quebrando o silêncio

Tivemos um período de falta de atualizações por aqui, mas logo devemos retomar nossas atividades. Os últimos dias simplesmente foram dedicados a outros assuntos, mas o próximo artigo já está sendo escrito. Em outras notícias: espero poder dar detalhes da forma de publicação de Zé Calabros na Terra dos Cornos em breve. Aguardem!

Livro Atual
Zé Calabros na Terra dos Cornos
Categorias
Destaques
O Autor

Tiago Moreira

  • Facebook Black Round
  • Twitter Black Round
Procure pelas Tags
Procure por Mês
  • Facebook Black Round
  • Twitter Black Round

As Crônicas Anímicas

© 2016 Tiago Moreira