Os quatro atos de uma aventura


Ontem liberei o Capítulo 5, mas já estão agendados vários outros na página. Para terem ideia, acabo de agendar o Capítulo 9.


E esse capítulo começa uma parte muito especial da história (além de ter um dos melhores títulos). É a partir dele que o romance deixa de ser apenas uma "aventura fantástica" e adentra em algo mais profundo.


Para entenderem, a história tem quatro atos. Não dei nome a eles, nem haverá qualquer separador deles no livro. Os divido apenas como forma de compreender a trama.


O primeiro ato já está todo publicado, vai até o capítulo 5. É o começo da jornada, o chamado do herói. Tanto os personagens como os leitores mal fazem ideia do que os aguarda adiante. Se você leu até aqui, já viu nosso primeiro clímax, e percebeu que o escopo da aventura se tornou muito maior.


O ato dois vai dos capítulos 6 a 11. É quando a história se aprofunda nos seus temas. Será a hora de ver "o outro lado", e o título da próxima parte já deixa isso muito claro.


O clímax do ato dois ocorre no capítulo 8 (e acredite, é muito, muito mais grandioso do que o que tivemos até aqui!), mas os temas continuam além. A trilogia que segue do capítulo 9 ao 11 não tem ação, mas é talvez a parte mais essencial de toda a trama.


Não falarei dos atos três e quatro agora, deixo para o futuro. Apenas um aviso: O que vem por aí vai te emocionar, de várias formas diferentes.

Livro Atual
Zé Calabros na Terra dos Cornos
Categorias
RSS Feed
Posts Recentes
Procure por Tags
Procure por Mês
  • Facebook Black Round
  • Twitter Black Round

As Crônicas Anímicas

© 2016 Tiago Moreira