• Tiago Moreira

O caminho pelas montanhas

Este artigo faz parte do Compêndio da Terra dos Cornos.

 

Deixar a Cornália não é fácil.


Ao norte, está a Baía da Tempestade, assolada perpetuamente por um turbilhão de borrascas. Embora seja possível navegar margeando a costa, as frequentes tormentas tornam a tarefa perigosa.


A oeste, está a vasta cadeia do "Grande Tê", que divide todo o norte do continente.


Ao sul, fica o ermo venenoso da Catinga Danada. Embora a Velha Rota provenha um caminho, a longa jornada é muitas vezes letal. Quem vai por lá, não costuma voltar.


Resta, portanto, o leste, onde a Cordilheira Dragonina provê um caminho pelas montanhas.

O caminho entre Dragona e Cornália
O caminho pelas montanhas

Foi por este percurso que chegaram os ancestrais dos cornos, liderados pelo lendário Vatapá, das terras que um dia se tornariam o reino de Dragona. A rota é longa, tomando cerca de duas semanas de viagem. A maior parte de sua extensão passa por um planalto estreito.


A região, que não é clamada nem pelos cornos, nem pelos dragoninos, tem poucos atrativos para colonização. Ainda assim, as montanhas são esparsamente habitadas. Há fazendas aqui e acolá, e algumas estalagens proveem abrigo e alimento às caravanas que passam. A vida ali é solitária e dura, a maioria das famílias mal vê os vizinhos devido às grandes distâncias, e o comércio só é possível graças aos viajantes frequentes.


Da Cornália, vêm café torrado, couro, açúcar, tecidos e frutas secas. De Dragona, roupas elegantes, livros impressos, armas de fogo e produtos alquímicos.


Há poucos perigos na região, mas, ocasionalmente, a área pode receber visitas de dragões de Vol'kor, a sudeste. Também há infrequentes encontros com bandidos, razão de muitas caravanas serem acompanhadas por defensores armados.


Embora a maioria dos viajantes percorra a rota com objetivos comerciais, não são incomuns os retirantes que deixam a Cornália em busca de vida nova. Dragona, um dos maiores reinos do mundo, oferece muitas oportunidades. Porém, os dragoninos nem sempre se mostram bons anfitriões.

 

Este artigo faz parte do Compêndio da Terra dos Cornos.

Aventura atual
Capa-pequeno.jpg
Compre no Clube de Autores
Compre na Amazon
Posts Recentes
Categorias
Procure por Tags